Papo de esquina

Informações sobre o que há de interessante por ai…

Linux ganha mais força na guerra dos portateis…

Posted by Wéner Assis em 14 de maio de 2008

Nem so de Windows Mobile e Symbian OS vivem os portateis, alem do futuro Androide da google (que é baseado em linux) o proprio Linux tem ganhado força para ser mais uma alternativa de SO portatil.

Operadora dos EUA e desenvolvedora do Firefox se juntam à LiMo Foundation, que busca padronizar Linux em telefones celulares. A Verizon Wireless anunciou suporte ao Linux para telefones celulares, se tornando a primeira operadora norte-americana a entrar na LiMo Foundation, grupo de desenvolvimento do Linux para aparelhos móveis.

Apoiada por empresas como Motorola, NTT DoCoMo, Panasonic, NEC e Samsung, a LiMo Foundation é uma de tantas iniciativas trabalhando para unificar o desenvolvimento de Linux para que aplicações possam rodar em diferentes aparelhos com diferentes distribuições.

Além da Verizon, a fundação planeja anunciar nesta quarta-feira (14/05) que Mozilla, SK Telecom, Infineon Technologies, Red Bend Software, Sagem Mobiles, SFR e Kvaleberg também estão se filiando ao grupo. A Verizon ganhará uma cadeira no conselho.

No ano passado, a Mozilla afirmou que planejava se focar seriamente no desenvolvimento de um browser móvel. Sua entrada na LiMo pode ser “a passagem para visibilidade”, afirmou Ken Dulaney, analista do Gartner.

A LiMo, porém, ainda deve conter o Android, plataforma móvel de Linux do Google que está em desenvolvimento.

A Verizon também pode suportar o Android. Em reportagem da revista Business Week na semana passada, o presidente da operadora afirmou que os celulares habilitados pela Verizon usariam Android, mas a companhia voltou atrás e confirmou não ter planos sólidos para tanto.

Por outro lado, AT&T, T-Mobile e Sprint já confirmaram que têm planos para oferecer celulares com Android.

“Eles concordarão com o que vender”, afirmou Dulaney sobre o provável suporte da Verizon com Android.

O Google pode, teoricamente, se juntar à LiMo, afirmou Andrew Shikiar, diretor de marketing global da LiMo. “A LiMO é uma organização aberta que todos podem entrar”, afirmou. Neste meio tempo, o Google continua a desenvolver a mesma tecnologia que o LiMo vem apoiando.

“Acho que existe alguma frustração com o Google na comunidade de desenvolvimento que vê como um esforço redundante pelo buscador”, explica Shikiar. Questionado sobre uma suposta entrada na LiMo Foundation, o Google preferiu não comentar.

Fonte: IDG Now

Isso me lembrou uma coisa, um colega de trabalho vive dizendo que Linux não tem futuro, com uma ideia assim se ele não conseguir vaga na M$ ou em alguma empresa ligada a ela vai ficar dificil as coisas para ele no futuro… hehe

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: